Jogar as percentagens

A grande maioria dos jogadores principiantes acreditam que o azar é o principal responsável pelas suas derrotas em Poker... No entanto, se o azar (ou a falta de sorte) pode ser um factor importante nos resultados a curto prazo, isto não se verifica quando os resultados são analisados a longo termo!

Porquê? Porque diante das probabilidades todos podemos fazer as nossas análise. Desta forma. Se quiser ganhar a longo prazo, não se esqueça das probabilidades!

Iremos recapitular aqui, todas as probabilidades usadas no Texas Hold'em. Memorize-as e ponha-as à sua disposição!

A mão inicial

O quadro abaixo mostra-lhe as probabilidades de saída dos diferentes tipos de mão (um par, duas cartas seguidas...) no início da partida.

Probabilidades

Probabilidades parte2

Conselhos a partir da análise da tabela

A última linha indica que cerca de 70% das mãos que vai receber não compensam o risco da aposta. Isto quer dizer que se apostar sempre com este tipo de mãos (como um 7-2, Valete-6, etc...), irá, inevitavelmente, perder a longo prazo... Aprenda a seleccionar ao máximo as mãos de partida e apenas jogar aquelas que apresentam reais possibilidades de ganhar (que, na realidade, são apenas cerca de 30% das mãos que lhe irão ser distribuídas).

Daqui resulta que uma das maiores qualidades de um jogador de poker é a paciência! No entanto, tenha em atenção que as probabilidades são igualmente válidas para os adversários. Se o jogador situado à sua direita está assiste sistematicamente, significa que poderá estás a fazer bluff, porque, tal como todos os outros, só tem 30% de probabilidades de ter uma boa mão!

As probabilidades de melhoria com o Flop

Na maioria dos casos, para ganhar o pote, a sua mão tem de melhorar depois das cartas iniciais e, nomeadamente com o Flop (as três primeiras cartas comunitárias). Por exemplo, o par 2-2 tem 12% de possibilidades de se transformar num trio (cerca de uma possibilidade, em dez).

Em função das apostas dos seus adversários e com o quadro abaixo, tem elementos suficientes para tomar as melhores decisões (se desistir, cobrir ou subir):

Probabilidades parte 3

Probabilidades parte 4

Conselhos a partir da análise da tabela

Se tem duas cartas do mesmo naipe como, por exemplo, um Rei e um 5 de copas, e é confrontado com uma aposta elevada, as suas probabilidades de fazer uma tiragem de copas (duas das três cartas do Flush serem copas) é de 10,90%. Ou seja, bastante fracas!

Em contrapartida, se joga contra 9 adversários e é o último jogador a falar, poderá arriscar ver as três cartas do Flop, tendo em conta o valor do pote. Terá apenas de fazer o julgamento do jogo! Geralmente, deverá considerar as possibilidades de obter cartas favoráveis e tomar as decisões tendo em conta o ambiente da mesa: valor do pote, posição, valor das fichas dos adversários, nomes dos adversários e posição dos mesmos... É nesse sentido que as estatísticas devem servir o seu jogo!

Estatísticas de outras mãos

Depois de ter estudado as estatísticas da mão inicial, terá de as complementar com o conhecimento das suas possibilidades de sucesso ao longo do jogo! Imagine que está a jogar uma partida de Texas Hold'em.

Depois de ter avaliado cuidadosamente a sua mão de partida, decide cobrir a aposta com um Ás-Rei. O flop (três cartas comunitárias da mesa) é destribuido tem agora dois pares Ás-Rei ! Legitimamente, quer poder transformar estes dois pares num Full House na carta de Turn (quarta carta comunitária da mesa) ou no River (quinta carta comunitária)... Quais são as hipóteses de obter um Full?

Com um pouco de matemática e o céu é seu

Com este exemplo, calcular as hipóteses de obter um full é bastante rápido e simples: 1) Cartas conhecidas: 5 (as três cartas do Flop e as suas cartas da mão) 2) Cartas desconhecidas: 47 (52 - 5="47" cartas) 3) Cartas que darão um Full : 4 (dois Ases e dois Reis restantes) Isto dá-lhe 4 em 47 possibilidades de obter um Full no Turn e 4 em 46 possibilidades no River, o que dá exactamente 16.47% de hipóteses...

Mas tem de conhecer estas probabilidades exactas para jogar bem? Felizmente, não! Sem saber, calculou imediatamente os seus "fora" (cartas que podem melhorar o seu jogo), que exactamente 4. Ao calcular os fora, obterá sempre um número compreendido entre 1 e 15.

Para ter uma boa aproximação das suas possibilidades, só terá de multiplicar este número por 4!

Retomando o nosso exemplo, e aplicando esta fórmula, obtemos: 4 (número de foras) x 4="16%" de probabilidades de um Full no Turn ou no River.

Quer saber quais são as suas possibilidades de obter um Full, unicamente no Turn? Divida esta cifra por 2 e terá uma aproximação aceitável.

No nosso exemplo há, por conseguinte, 8% de hipóteses de obter um Full na carta de Turn.

Conhecer as estatísticas

O quadro abaixo apresenta os casos de figuras mais frequentes após o Flop.

Estatisticas

Por exemplo, Se fizer um par no Flop, tem apenas 4% de hipóteses de o transformar num Trio, na carta de Turn e 8,5% com a carta de River.

Léxico

  • Tiragem de Straight Interior : indica que falta apenas uma carta interior para completar um Straight (sequência).
  • Tiragem de Straight pelas Extremidades : indica que tem 4 das 5 cartas, em sequência, para completar um Straight.

Se quiser tornar-se invencível nas probabilidades e para tomar as suas decisões (desistir, assistir ou subir) nas melhores condições, faça sempre os seus cálculos dos “fora” após o Flop.

Seguidamente, deverá fazer a correspondência com o quadro abaixo e fazer a multiplicação por 4 para calcular as suas hipóteses!

Com um bom conhecimento das estatísticas poderá focar a sua atenção nas outras variáveis: estilo de jogo dos outros participantes, tamanho do pote, posições dos jogadores… desta forma poderá tornar-se num jogador temível!

Estatisticas parte2